Acompanhar o Funil de Vendas é fundamental para concretizar negócios

 

Entenda as necessidades dos clientes e aumente o volume de vendas.

Foi-se o tempo em que ter uma lista de contatos e estar ativo nas redes sociais bastavam para alcançar novos consumidores. Hoje em dia é necessário conversar – e muito – com seus futuros compradores. O Funil de Vendas ressurge na era da internet justamente para facilitar essa comunicação.

Saiba Mais:
::: Um bom líder sabe engajar a equipe na Gestão de Vendas compartilhada

::: Especialista: “Bom atendimento já virou commodity”.
::: Conquiste Leads qualificados com dicas de especialistas |eBook|


Originalmente criado no fim do século XIX, o Funil de Vendas é um modelo de consumo que mostra todo o percurso de um cliente. Desde o surgimento da necessidade até a aquisição de um produto ou serviço.

Readaptada para a era da informação, essa técnica comercial – que é, ainda, um dos pilares do Inbound Marketing – consiste em coletar informações sobre uma série de contatos, acompanhá-los e municiá-los com esclarecimentos. O objetivo é qualificar possíveis compradores para que eles estejam informados sobre o produto ou serviço que irão adquirir e, logo, passem à jornada de compra

Parece simples, mas não é. Para o bom funcionamento do processo, o vendedor deve acompanhar cuidadosamente cada Lead para saber em que etapa do funil o possível cliente está. Em seguida, o responsável pela venda deve seguir uma série de ações que ajudarão a transformar um contato que pesquisa em um que compra!

As etapas do Funil de Vendas:

Atrair: Antes de qualquer coisa, é preciso visualizar a estrutura toda.
Então, imagine um funil e pense que, lá em cima, no gargalo, entram todos os tipos de visitantes: os que precisam de seu serviço/produto e curiosos em geral. Sabendo disso, busque atrair apenas o cliente que você QUER! Como? Criando conteúdos para mostrar a esse visitante que ele tem um problema a ser resolvido e que sua empresa tem a solução. Uma forma eficiente de aproximação é investir em um blog com conteúdo otimizado. Também é válido o investimento em Google Adwords ou Facebook Ads. Após gerar esse fluxo, passa-se à segunda fase. É hora de transformar as visitas em Leads. Ou seja: é hora de converter um interesse em uma certeza!

Converter: O segredo da conversão é oferecer uma boa isca para seu potencial cliente. Dê a ele conteúdos pertinentes em troca de contatos e de informações que sejam relevantes para você. Assim, gera-se um Lead. Mas, como saber que tipo de conteúdo oferecer? Pense em assuntos e situações que façam o Lead entender que há uma necessidade e que sua empresa resolverá essa demanda. E-books, webinars, textos para o blog e vídeos são excelentes atrativos. Lembre-se de que o visitante precisa liberar informações uteis para que se dê continuidade ao processo. Cabe a você decidir quais são elas.

Relacionar: Nessa fase do funil, seu Lead já sabe que possui uma necessidade e tem a intenção de resolvê-la. Porém, ainda não possui argumentos para justificar a escolha por sua empresa. Aqui é onde você ‘esquenta’ esse Lead, tornando-o qualificado. A essa altura, o Lead tende a pesquisar sobre as soluções que as empresas têm para o problema dele. É nesse momento que se toma a decisão de adquirir ou não um produto ou serviço. Por isso, ofereça conteúdo de acordo com o perfil de seu Lead (cargo, região, interesses, etc.) e faça-o avançar para a venda na jornada de compras.

Vender: Após acabar com todas as dúvidas e decidir por sua empresa, o Lead qualificado torna-se um cliente. Finalmente, a venda é efetivada. Vale ressaltar que, para potencializar os resultados, deve ser definido o perfil dos Leads que são vistos como boas oportunidades para venda, filtrá-los e passar essas informações para o time de vendas.

Para completar, saiba que o cuidado segue mesmo depois de a venda ser efetivada!

Analisar: Para a máquina fluir, é necessário pesquisar tudo o que foi feito durante a jornada de compra. Somente dessa forma é possível fazer uma espécie de sintonia-fina e ajustar o que for necessário no processo. É importante que sejam feitos relatórios de acompanhamento para entender quais Leads foram convertidos em clientes e o que faltou para que os outros se tornem compradores.

__
Baixe Agora:
Supere a crise com um Processo de Venda adequado ao seu negócio

 

Posts Recomendados

lançamento recurso LGPD
Smark lança novo recurso para cumprimento da LGPD
17 de agosto de 2022
Smark inova ao implementar gerenciador de consentimento e torna-se o primeiro CRM do país a oferecer a funcionalidade especializada para […]
case cucinare
Cucinare otimiza gestão de vendas com Smark CRM
10 de agosto de 2022
Empresa de restaurantes corporativos, a Cucinare aderiu ao Smark CRM para obter mais organização e agilidade no dia a dia. […]
grupo adservi
Grupo Adservi adota Smark CRM
1 de agosto de 2022
Referência no mercado de serviços gerais e segurança patrimonial, o Grupo Adservi atua há 22 anos atendendo organizações públicas e […]