Volnei Garcia é diretor da Cedem Consultoria e Educação Empresarial

Fazer especialização é manter-se atualizado e apto para empreender

Foi-se o tempo em que ter diploma, criatividade e espírito empreendedor eram suficientes para obter sucesso profissional. Essa ideia errada se confirma, muitas vezes, da pior maneira: na prática, quando alguém abre uma empresa e percebe que o mercado é mais complexo do que se imagina.

Por que isso acontece? Por que a graduação em um curso superior não é mais garantia de estabilidade e segurança? De acordo com o consultor e diretor da Cedem Consultoria e Educação Empresarial, Volnei Pereira Garcia, empreender significa estar disposto a assumir riscos. Para o especialista, as principais dificuldades estão no ambiente de negócios, que é caracterizado pela incerteza, pelo excesso de burocracia e por uma cultura na qual quem é bem-sucedido – ao invés de ser valorizado – é visto como vilão.

Outro motivo apontado por Garcia é o de que ter terceiro grau completo não garante que um profissional esteja alinhado às necessidades do mercado: “Há um gap entre a academia e o mundo empresarial, pois o conhecimento é altamente perecível e as pessoas precisam constantemente renová-lo para não se tornarem obsoletas”, analisa Garcia.

É preciso, ainda, levar em consideração que, cada vez mais, a tecnologia afeta as companhias, seja em relação a produtos e serviços em si – com a concorrência naturalmente batalhando pela competitividade – ou em comparação às ferramentas de gestão, que podem fazer a diferença na produtividade de um colaborador.

Especializar-se para crescer profissionalmente

É nesse espaço de concorrência selvagem que pesa um fator importante: o de manter-se atualizado. Garcia ressalta que investir em uma especialização, como uma pós-graduação, é um passo importante para que se tenha capacidade de adotar uma visão sistêmica à sua gestão: “O profissional se apropria de conhecimentos nas várias disciplinas da gestão que lhe permitem discutir temas das várias áreas com uma base de massa crítica que se torna um diferencial para a tomada de decisão, para a compreensão do mercado, do contexto organizacional e para liderar esquipes”.

Fator decisivo para quem busca investir na pós-graduação, reforça Garcia, é que o programa de especialização desperta o senso de autoconhecimento e ajuda os participantes a compreenderem a necessidade de assumir o domínio de suas carreiras. “O professor tem um papel importante neste sentido, propondo conteúdos e facilitando o aprendizado. Porém, ele atua especialmente como estimulador da troca de experiências entre os alunos, fazendo com que a pós-graduação tenha aplicabilidade na prática e não apenas na produção acadêmica”, conclui o consultor.

Posts Recomendados

case cucinare
Cucinare otimiza gestão de vendas com Smark CRM
10 de agosto de 2022
Empresa de restaurantes corporativos, a Cucinare aderiu ao Smark CRM para obter mais organização e agilidade no dia a dia. […]
grupo adservi
Grupo Adservi adota Smark CRM
1 de agosto de 2022
Referência no mercado de serviços gerais e segurança patrimonial, o Grupo Adservi atua há 22 anos atendendo organizações públicas e […]
grupo spsp
Grupo SPSP moderniza a gestão de vendas com Smark
1 de agosto de 2022
Empresa de prestação de serviços, o Grupo SPSP registra aumento na produtividade após adoção do Smark CRM. Veja os detalhes […]