Como construir uma carteira de clientes de dar inveja – na concorrência (parte 1)

/, Blog/Como construir uma carteira de clientes de dar inveja – na concorrência (parte 1)

Na sua empresa, como funciona a segmentação da carteira de clientes?
E essa carteira costuma ser oxigenada entre os vendedores?

Se você ficou em dúvida para responder a estas perguntas, pare tudo agora!
Mas por quê, você deve estar pensando.

Simples: seu dinheiro está indo pelo ralo.

A não segmentação da carteira de clientes pode ser o motivo de suas vendas estarem baixas ou diminuindo. Ela é extremamente orgânica, entretanto precisa ser tratada com muita atenção, carinho e agilidade para mudar o rumo rapidamente quando necessário.

Baixe agora:
Dicas: Monte uma equipe de vendas matadora

Temos uma carteira poderosa. Isso significa que vendemos muito?

Não! Esqueça isso.
Quantidade não é qualidade. De pouco – ou nada – adianta ter uma mega carteira se os clientes compram pouco, ou demoram muito para voltar a consumir o seu produto. Você vai gastar tempo e dinheiro para um retorno, afinal, muito baixo.
Ter um punhado de cartões de visita ou uma extensa lista de telefones não garante nada.

—-> Já pensou que os clientes podem estar comprando pouco porque não recebem a atenção que merecem (e exigem)?

Cada vez mais notamos que o mercado está extremamente exigente, querendo atendimentos personalizados e soluções para as suas próprias demandas – ou seja: o cliente se coloca como a estrela e assim quer ser tratado.

E ele vai gastar com empresas que entendem isso. Esse atendimento personalizado é diferente de ser puxa-saco ou dizer amém a tudo que o cliente exige, pois tem a ver com ouvir, falar a mesma língua, se mostrar interessado, entender o negócio e pensar em soluções para ele.

Segmentação da carteira de clientes

Segmente, segmente, segmente

Uma boa maneira de dar o atendimento que o cliente quer é segmentando a carteira. Isso pode ser feito de várias maneiras – dependendo do tipo do seu negócio.

Comece definindo perfis de seus clientes e os agrupe, assim, as suas ações serão mais assertivas e menos inconvenientes – chatas mesmo, que fazem com o que o cliente fuja de seus vendedores.

Por exemplo: você tem um escritório de contabilidade e envia mensalmente uma newsletter, para toda a base de contatos, com conteúdo sobre pequenas empresas. Bom, 70% da sua carteira realmente é formada por pequenas empresas e está ok enviar esse tipo de conteúdo.

O material

Mas e os outros 30% que são empresas de médio e grande porte? O que interessa para elas esse material? NADA! O material lindo que você pagou para uma agência produzir vai para o lixo literalmente. Além de causar um mal estar em quem recebe, afinal, todos os meses é a mesma história.

Se você tivesse a carteira segmentada, enviaria, neste caso simples, 3 newsletters, com conteúdos específicos e que interessam a todas:

1 para as pequenas empresas

1 para as médias empresas

1 para as grandes empresas

A taxa de abertura do conteúdo crescerá, com certeza, pois você está mostrando aos seus clientes que os entende em suas particularidades e que sua empresa se preocupa com cada um.

Ps.: Fique atento ao nosso material que nos próximos dias traremos mais dicas para ter uma carteira de clientes de dar inveja na concorrência!


A SMark conta com mais de 18 anos de mercado e alta expertise em vendas. Em constante inovação e clientes referenciais que atestam sua solidez, a SMark é o parceiro ideal para suas estratégias de venda. Entre em contato pelo (51) 3226 9530 em Porto Alegre/RS ou (11) 2666 3720 em São Paulo/SP. Acesse o site AQUI, acompanhe nossas páginas no Facebook AQUI e no LinkedIn AQUI e nosso canal no Youtube.

By |2018-03-27T14:04:48-03:00julho 19th, 2016|Categories: Atrair Clientes, Blog|Tags: , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em Como construir uma carteira de clientes de dar inveja – na concorrência (parte 1)