ERP ou CRM: qual a diferença entre esses dois softwares?

Início/CRM para Facilities/ERP ou CRM: qual a diferença entre esses dois softwares?

Para você que decidiu investir na carreira de empreendedor, antes de mais nada: parabéns! Gerenciar uma equipe, estar por dentro da situação financeira, pensar em como expandir…todos os dias tem um novo desafio.

Por isso, muitas empresas têm buscado formas e tecnologias para simplificar a gestão e a rotina. Tanto o ERP quanto o CRM são excelentes soluções para tal. A questão é que ainda se tem muita dúvida do que essas ferramentas são capazes e como elas podem ajudar na gestão e no crescimento empresarial.

Além disso, caso o orçamento esteja limitado, é importante entender qual dos dois softwares faz mais sentido para a atual realidade da sua empresa. As duas ferramentas são potencializadas quando trabalham em conjunto, mas ambas funcionam de forma independente.

Mas, afinal, ERP ou CRM? Bom, enquanto um CRM é voltado para o lado comercial de gerar receita, pensado para melhorar o relacionamento com o cliente; um ERP ajuda na organização dos processos de gestão e financeiros, como uma base para o empreendedorismo. Quer saber mais? Então continue a leitura e entenda a diferença entre ERP e CRM.

O que é CRM?

CRM (Customer Relationship Management), que em português significa: Gestão do Relacionamento com o Cliente. Como o próprio nome já diz, desenvolvido para melhorar o relacionamento da empresa com o cliente, um software CRM entrega o que promete.

Esse tipo de sistema oferece uma gama de recursos e ferramentas, para que desde o primeiro contato com o cliente até o pós venda, ele tenha a sensação de “uau!”. A ideia é que o atendimento passe a ser personalizado. Assim, você cria um melhor relacionamento com o cliente aumentando as chances de conversão e fidelização.

Um CRM tem o objetivo de que a empresa conheça seus clientes e entenda quais são as suas necessidades. Dessa forma, é possível oferecer exatamente o que eles precisam, na hora que precisam, nas condições certas.

Também existe o conceito do CRM de vendas (que é o caso do SMark). Esse tipo de CRM faz a gestão do processo de vendas em empresas com vendas consultivas e organiza todas as atividades de relacionamento dos vendedores com seus clientes, pelos mais diversos canais de contato (telefone, visita, emails,….). Incrível, não é?

Resumindo: atendimento de excelência, entender o que o seu público precisa, reduzir o ciclo de vendas e torná-lo mais rentável são algumas possibilidades que um CRM oferece para a sua empresa. Dessa forma, tem-se três resultados: maior produtividade, clientes satisfeitos e mais vendas.

O que um CRM pode fazer pela sua empresa?

E como tudo isso acontece? Desde o primeiro contato do potencial cliente com a sua empresa, o software começa a recolher informações e perceber comportamentos. Esses dados serão usados no momento certo pela sua equipe para realizar a abordagem com o consumidor.

Se o software também oferecer funcionalidades para o time de marketing, é provável que você consiga criar campanhas de e-mails personalizadas. O objetivo é preparar o lead (potencial cliente) para que ele perceba que o produto da sua empresa é que ele procura.

E é aí que o seu time de vendas entra em ação. Quando o contato já estiver preparado para ser abordado, o CRM o envia para o seu time de vendas. Isso acontece quando o lead demonstra interesse pela solução da sua empresa através de comportamentos ou ações.

Assim, a sua equipe tem um aumento considerável na produtividade, já que pode priorizar o atendimento de contatos que conheceram sobre a sua marca ou produto e se interessaram. Como resultado: abordagens mais assertivas dentro do que o cliente precisa e quando precisa.

E, se você já estava impressionado com tudo que um CRM é capaz, conheça outros recursos:

  • Gestão de oportunidades em aberto;
  • Gestão completa do pós-venda;
  • Funil de vendas de vendedores;
  • Taxas de conversão em cada fase;
  • Relatórios com indicadores;
  • Histórico completo de ações de venda.

Gostou? Leia também: 5 motivos para utilizar um CRM em empresas de terceirização!

O que é ERP?

Um sistema ERP oferece mais possibilidade para a sua empresa, tendo um objetivo bem diferente do proposto por um CRM. Enquanto esse oferece funcionalidades voltadas para o comercial, um ERP é pensado para melhorar processos internos de gestão e financeiros.

ERP (Enterprise Resource Planning), que em português significa: Planejamento de Recursos da Empresa. Trata-se de um software de gestão empresarial com diversos recursos voltados para desde a organização do estoque até emissão de nota fiscal.

Esse tipo de software é a base da gestão de uma empresa e substitui planilhas e blocos de notas. Com um ERP todos os processos de gestão passam a acontecer em único lugar e de forma automatizada.

Seus principais objetivos são o aumento da produtividade, maior assertividade na gestão da sua empresa com dados precisos e confiáveis. Além de redução de custos diminuindo a quantidade de capital necessário para gerenciar sua empresa.

O que um ERP pode fazer pela sua empresa?

Normalmente, esse tipo de programa é dividido em módulos, por exemplo, financeiro, estoque, vendas, emissão de boletos bancários, ordens de serviços, contratos entre outros. E todos esses módulos são integrados, de forma que, a atualização de dados em algum, implica na atualização de outros automaticamente.

Para se ter ideia do que um ERP é capaz ao registrar as suas vendas, por exemplo, o software atualiza automaticamente, seu estoque e financeiro e ainda armazena as informações para emissão da nota fiscal.

É válido ressaltar que cada fornecedor de ERP vai oferecer recursos básicos, presentes em todos os ERPs, e recursos específicos. Por exemplo, gerenciamento financeiro é um recurso básico de todo ERP, mas sistema de agendamento online só alguns oferecem. O que você precisa é encontrar o software que mais atenda as necessidades da sua empresa.

Outro ponto positivo de um sistema ERP é a redução do retrabalho. Não será mais necessário a atualização de diversas planilhas ou documentos. Ou redigitar todas as informações da nota no site da prefeitura. Tudo acontece em um só lugar e os dados são informados apenas uma vez, graças a integração do sistema.

Afinal, qual a diferença entre ERP e CRM?

De maneira geral, um ERP tem o objetivo de contribuir com a gestão empresarial, automatizando processos internos e possibilitando integração entre os setores da empresa. Já um CRM é voltado para o lado comercial, tem o objetivo de melhorar o relacionamento com o cliente e fechar mais vendas.

Ainda não ficou claro? Então, vamos para um comparativo mais direto.

ERP ou CRM: automação de tarefas

A automação de tarefas tem um grande impacto nos resultados da sua empresa. E tanto o CRM quanto o ERP cumprem bem esse papel, porém em aspectos diferentes.

O software CRM faz grande parte do trabalho de organização e coleta de informações de clientes e potenciais consumidores. Assim, sua equipe tem mais tempo para fazer o que realmente importa: fechar vendas.

Já um ERP, trabalha na organização e automatização de tarefas internas, no processo de gestão. O software reduz o tempo gasto no seu controle de estoque, controle financeiro, gestão de contratos, emissão de notas fiscais entre outros aspectos relacionados a parte administrativa.

É claro que, uma empresa melhor organizada internamente, também oferece mais tempo aos seus colaboradores e uma melhor impressão para o consumidor final. Isso acontece porque com um sistema de gestão erros são mais facilmente identificados, o que reduz a chance de alguma falha no processo chegar até o consumidor final.

ERP ou CRM: Abrangência com a equipe

Certos CRMs são capaz de atender tanto a equipe de marketing quanto a equipe de vendas. Além de integrar esses dois setores. Outros tipos de softwares CRMs oferecem funcionalidades pensadas apenas para o time de vendas. Mas, a ideia de todos é que o atendimento passe a ser personalizado.

Enquanto que um ERP pode atender de forma mais abrangente a sua equipe. O software consegue auxiliar não só o time de vendas e o de marketing, mas também o lado financeiro, contábil e permitir a comunicação desses setores. Esse tipo de sistema trabalha de forma interdepartamental.

Por um lado é um ponto positivo para o CRM que é mais objetivo. Por outro, o ERP também é vantajoso porque conduz toda a empresa em uma gestão mais integrada.

ERP ou CRM: Objetivo

Já falamos sobre as diversas vantagens de cada um ao longo de todo o texto, mas resumidamente: um ERP tem o objetivo de reduzir custos e potencializar a eficiência administrativa. Já o CRM é focado em aumentar vendas e melhorar a experiência do consumidor a longo prazo.

Conclusão: ERP ou CRM, qual escolher?

Como vimos, independente se a sua empresa opta por um CRM ou ERP: vocês estarão em boas mãos. A grande questão na hora de escolher é traçar objetivos estratégicos para o seu empreendimento.

Se, neste momento, você está buscando reduzir os custos operacionais, melhorar a organização administrativa, perceber falhas na gestão: provavelmente, este é o momento para investir em um ERP. Agora, se a empresa quer expandir no mercado, alcançar novos clientes e fechar mais vendas: opte por um CRM.

Mas, você já deve ter percebido que esses softwares não são só diferentes: eles são complementares. Mesmo sendo softwares independentes, o ideal é integrar os dois sistemas na sua empresa, de forma que melhore os processos internos como um todo.

Software ERP Simples Agenda

E se você quer uma boa dica de sistema ERP: conheça o Simples Agenda. O software vai além dos recursos básicos oferecidos pelos seus concorrentes. Assinatura digital em contratos e agendamento online, são alguns diferenciais do sistema.

O gerenciador financeiro do software é bem completo, o suporte é gratuito e o teste grátis é de 35 dias (não precisa cadastrar cartão de crédito para testar). Experimente grátis e veja o que o Simples Agenda é capaz de fazer pela sua empresa!

Software CRM SMark

O CRM pronto para acelerar as suas vendas e cuidar muito bem do seu pós-venda!

O SMark CRM é uma ferramenta que organiza o dia a dia da equipe de vendas e automatiza uma série de atividades que tomam seu tempo.

Para os gestores, fica muito mais fácil enxergar como os negócios estão sendo conduzidos pela equipe; assim, conseguem tomar decisões baseadas em informações concretas.

O SMark também cuida de todos os processos envolvidos no pós-venda, garantindo um cuidado especial com os clientes para que suas vendas cresçam na base cada vez mais.

Estas são algumas das funcionalidade do SMark CRM:

  • Acompanhamento do funil de vendas em tempo real
  • Históricos detalhados sobre todos os negócios
  • Monitoramento das atividades e resultados da equipe
  • Automação de propostas
  • Gestão do pós-vendas e retenção de clientes.
Por |2020-07-07T14:26:33-03:00junho 29th, 2020|Categories: CRM para Facilities|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , |Comentários desativados em ERP ou CRM: qual a diferença entre esses dois softwares?